A falta de autonomia é um dos principais motivos apontados pelos que se recusam a comprar um automóvel elétrico. Há, no entanto, alguns cuidados simples que permitem diminuir o consumo energético e, assim, aumentar a longevidade da bateria.

A tendência para a compra de automóveis elétricos é cada vez mais significativa. Os que optam por esta solução de mobilidade fazem-no, sobretudo, por questões de sustentabilidade e poupança.

Além de os carregamentos serem mais baratos, em algumas cidades, os carros elétricos estão sujeitos a tarifas mais baixas. Existem, adicionalmente, benefícios fiscais que incentivam à compra de veículos mais ecológicos.

Hoje em dia, um automóvel elétrico apresenta uma autonomia estimada de aproximadamente 300 a 400 quilómetros, dependendo do modelo. Um conjunto de cuidados regulares ajudará a que esta autonomia possa ser aproveitada ao máximo.

1. Otimize os carregamentos de bateria

Um estudo da BMZ, empresa que se dedica à criação de baterias para automóveis elétricos, recomenda que a bateria nunca seja carregada até aos 100% e que nunca fique completamente descarregada (0%). O ideal é manter a carga em percentagens de carregamento superiores a 70% e procurar reduzir a regularidade de carregamentos.

Outro cuidado a ter é não deixar o carregador constantemente ligado à corrente. As baterias apresentam uma tendência para se descarregarem lentamente assim que atingem a carga máxima. Nesse sentido, o aconselhável é planear o carregamento para que, quando este terminar, utilize imediatamente carro.

2. Adapte o seu estilo de condução

A regra é semelhante à dos automóveis tradicionais: quanto mais abrupto for o seu estilo de condução, maior será o consumo do automóvel. Nesse sentido, procure conduzir de forma suave, com velocidades moderadas e sem manobras bruscas.

Se o automóvel elétrico tiver vários modos de condução, como o “Sport” ou o “Eco”, opte pela opção que requeira menor consumo. Esta escolha reduzirá a performance e a velocidade do veículo; em contrapartida, diminuirá o consumo, aumentando a autonomia.

3. Evite ligar o aquecimento

O aquecimento do habitáculo requer um consumo elevado de energia. Se viajar a velocidades baixas e se o tempo for favorável, opte por abrir a janela. Velocidades mais altas podem, no entanto, afetar a aerodinâmica e gerar uma redução da autonomia. Outra opção é ligar o aquecimento enquanto o automóvel se encontra a carregar.

4. Faça um plano de viagem

Este ponto é importante sobretudo para os que fazem viagens longas. Se for de férias ou de fim de semana, planeie a viagem com antecedência e procure vias que lhe permitam poupar tempo e bateria. Zonas montanhosas e trânsito poderão levar um maior consumo.

5. Outros cuidados

Alguns cuidados a ter com um automóvel tradicional aplicam-se também aos automóveis elétricos. Para uma maior autonomia, evite transportar carga excessiva, uma vez que o peso extra poderá levar a um consumo superior. Em simultâneo, tenha também em atenção a pressão dos pneus, garantindo uma maior aderência ao solo.

Atualmente, Telpark está disponível em mais de  80 cidades de Portugal e Espanha. Deixe-nos uma mensagemou visite a secção de perguntas frequentes no website do seu parquímetro pessoal.

Se ainda não descarregou a aplicação, não espere mais: para isso apenas tem de clicar.

Mais informações e vantagens em www.telpark.com/pt/