Viajar é hoje mais fácil, rápido e económico. A globalização e a revolução tecnológica estão na origem destes 7 conceitos que marcam a era moderna do turismo.

7 conceitos da nova era do turismo

Hoje, as férias já não servem apenas para descansar e relaxar. Cada vez mais os viajantes procuram uma imersão completa numa experiência cuidadosamente planeada e deliberada, para a qual otimizar o tempo e dinheiro disponível é uma prioridade.

Os negócios locais do ramo da hospitalidade e entretenimento têm-se adaptado ao novo perfil dos viajantes, e respondem com a criação de conceitos e experiências de viagem que se enquadrem  nos seus interesses.

A diversidade de temas, meios e duração destas experiências é bastante diversa, respondendo a nichos de turismo cada vez mais particulares.

Turismo Virtual

Turismo Virtual

O título revela já grande parte deste conceito. Hoje pode assistir a simulações de tours por locais do outro lado, através de uma sequência de vídeos dentro do conceito da realidade virtual.

Com apenas um smartphone, tablet ou computador, ou através de equipamento mais sofisticado como um kit de realidade virtual, pode visitar um casino ou museu, visitar o Gran Canyon ou escalar o Everest.

Daqui surge a questão: Será que no futuro passaremos a disfrutar de uma viagem sem sairmos do sofá?

Ecoturismo

Ecoturismo

Ecoturismo é a forma mais responsável e amiga do ambiente de viajar.

O objetivo é visitar áreas naturais, de forma a apreciar a natureza e conhecer as suas características culturais, e ao mesmo tempo promover a conservação, causar baixo impacto na natureza e afetar positivamente as atividades socio-culturais da população local.

Rough-Luxe

ROUGH-LUXE

Este conceito pode ser considerado como turismo de luxo com umas nuances.

As experiências rough-luxe têm lugar em locais deslumbrantes e associam o relaxamento a sessões de enriquecimento pessoal.

Em vez de estar confinado a um alojamento de luxo com tudo incluído, o viajante usa parte do seu tempo para se imergir numa cultura geralmente muito diferente da sua, interagindo com as pessoas locais, participando em eventos e aprendendo sobre a cultura e arquitetura da região.

Slow-Travel

SLOW-TRAVEL

Este é o tipo de turismo perfeito para quem tem muito tempo de viagem disponível e pretende passá-lo a explorar um determinado local e a sua cultura.

Os slow travelers permanecem no mesmo destino durante no mínimo uma semana, e procuram durante esse tempo viver o mais possível como um local e distanciar-se dos sítios turísticos.

Optam normalmente por alojamentos de locais, através de plataformas como Couchsurfing  ou Airbnb, e relacionam-se com as pessoas e com o espaço para ficarem a conhecer a verdadeira vida local.

Flashpackers

 FLASHPACKING

Os flashpackers aproveitam as viagens de baixo custo em companhias aéreas low-cost, levando consigo apenas uma mochila ou mala pequena com o essencial, mas despendendo mais dinheiro na restante experiência: alojamento, atividades e alimentação.

Outra característica é o recurso à tecnologia para consultar as melhores opções no destino.

Turismo de Ficção

telpark_turismo_de_ficcion

Este tipo de turismo consiste em roteiros de viagem detalhadamente planeados, que passam por locais famosos da literatura, cinema ou televisão,  desde cenários de filmagem, estúdios, parques temáticos a museus.

Embora este não seja um conceito novo (estando há muito a ser explorado nos Estados Unidos da América),  é um tipo de turismo em expansão na Europa,  com a filmagem de filmes e séries de culto como Game of Thrones ou Harry Potter em território europeu.

Home Exchange

Home Exchange

Este serviço de alojamento consiste simplesmente em trocar de casa com uma pessoa ou família num destino à sua escolha.

É considerado uma forma colaborativa de viajar, uma vez que não existe qualquer pagamento associado. Todos os detalhes relativos à duração e data da estadia dependem da disponibilidade do hóspede e do anfitrião.

Atualmente, Telpark está disponível em mais de  70 cidades de Portugal e Espanha. Deixe-nos uma mensagem ou visite a secção de perguntas frequentes no website do seu parquímetro pessoal.

Se ainda não descarregou a aplicação, não espere mais: para isso apenas tem de clicar.

Mais informações e vantagens em www.telpark.com/pt/