Conduzir de chinelos, pôr o carro em ponto morto numa descida ou estar em tronco nu. Estas são algumas das questões que levantam dúvidas aos portugueses. Mas, serão elas verdade ou mito?

Conduzir de Chinelos

Ao longo deste blog post, criamos uma lista de questões colocadas com frequência. Em Portugal, há quem jure que conduzir com chinelos pode dar multa. Outros dizem que o calçado não importa e que, se quisermos, podemos até conduzir descalços. Mas, afinal, quem é que tem razão? Continue a ler e desubra o que é verdade e o que é mito.

Posso conduzir de chinelos? E se for de saltos altos?

Não há nenhuma lei que proíba o uso de chinelos, saltos altos ou qualquer outro tipo de calçado. Sim, também pode conduzir descalço, desde que esteja confortável. Como recomendação, o melhor a fazer é garantir que o calçado que está a usar não escorrega.

Posso conduzir de tronco nu?

Sim, o código da estrada não tem nenhum artigo que proíba a condução de tronco nu. Se preferir, pode inclusivé andar despido. Se o fizer, deve ter a consciência de que pode estar a infringir uma lei, não do código da estrada, mas do código civil.

Devo colocar o carro em ponto morto numa descida?

Mito. Ao colocar o carro em ponto morto numa descida, não estará a poupar combustível. Muito pelo contrário. O melhor a fazer é manter o automóvel engatado, garantindo um menor consumo. Ao mesmo tempo estará a zelar pela sua segurança.

A culpa é sempre de quem bate por trás?

Mito. Dependendo da situação, quem bate na retaguarda pode ou não ser culpado. Para chegar a uma conclusão, é necessário avaliar o código da estrada e ver quem foi o infrator.

Se for atrás não preciso de cinto de segurança, certo?

O mito começa a desvanecer, mas há ainda quem ache que, se formos no banco de trás e se formos adultos, não precisamos de colocar o cinto. A ideia não podia estar mais errada: todos os passageiros devem ter o cinto de segurança, desde o momento em que o automóvel arranca até que estaciona novamente. Estar no banco de trás não diminui os riscos em caso de acidente.

Posso só enviar uma SMS?

Não, não deve nem pode. A única forma de utilizar o telemóvel enquanto conduz é através do sistema de mãos-livres. Tudo o resto é expressamente proíbido, seja um simples SMS ou carregar num botão para ver as horas.

Atualmente , Telpark está disponível em mais de  70 cidades de Portugal e Espanha. Deixe-nos uma mensagem ou visite a secção de perguntas frequentes no website do seu parquímetro pessoal.

Se ainda não descarregou a aplicação, não espere mais: para isso apenas tem de clicar.

Mais informações e vantagens em www.telpark.com/pt/