Não importa a experiência ou o quão bem conhecemos a estrada. Na hora de conduzir, há pequenos, grandes cuidados que podem fazer toda a diferença.

Não importa a experiência ou o quão bem conhecemos a estrada. Na hora de conduzir, há cuidados que todos os condutores devem ter.

Por muito que nos custe admitir, não são poucos os acidentes de viação provocados por mero descuido. Uma simples mensagem rápida é o suficiente para causar uma distração, que nalguns casos pode dar origem a situações bem mais complicadas.

Quando estamos ao volante, prevenção é a palavra de ordem, pelo que o melhor a fazer é manter os sentidos bem despertos e procurar garantir que nenhum erro é cometido. Neste artigo, convidámo-lo a esquecer a confusão do quotidiano e focar-se naquilo que realmente importa: a sua segurança.

Garante o seu o bem estar físico

Numa sociedade onde o relógio não pára, o descanso é cada vez mais visto como um luxo. Garantir o seu bem-estar é, no entanto, fundamental para que tudo corra pelo melhor na hora de se fazer à estrada. Uma boa noite de sono ou uma paragem numa viagem longa podem ser o suficiente. É simples, não é?

Verifique as condições do automóvel

O check-up não tem de ser diário, mas isso também não implica que vá ignorando os sinais que o automóvel lhe dá. Caso note alguma diferença na condução, procure o seu mecânico e tente ver se há de facto algum problema. Esteja também atento aos níveis da pressão dos pneus e vá verificando o óleo. Uma boa manutenção permitir-lhe-á poupar combustível.

Acondicione corretamente bagagens e objetos

Com a pressa, o mais comum é atirarmos tudo o que é bagagem para um lado qualquer. Deixamos lixo no banco de trás e, aos poucos, o automóvel transforma-se quase num quarto de arrumos. A prática não devia estar mais errada: em caso de acidente, há grandes probabilidades de o seu lixo ser projetado, o que pode pôr em causa a segurança dos passageiros.

Tome atenção às condições meteorológicas

Nunca desvalorize o estado do tempo. Mesmo quando a sua zona é propensa a nevoeiro ou à queda de gelo, garanta todas as precauções. Se necessário, tenha as correntes de neve à mão. Tenha especial cuidado na altura do ano em que caem as primeiras chuvas. O óleo acumulado no período seco tende a fazer com que o piso fique mais escorregadio.

Evite utilizar o telemóvel

Os dispositivos móveis são uma das principais origens dos acidentes ao volante. Para evitar que o pior aconteça, procure utilizar um sistema de mãos livres para atender chamadas. Ainda assim, considere que o momento em que conduz não é a melhor altura fazer estar distraído. Se a conversa for importante e se, se costuma distrair facilmente, então o melhor é mesmo parar o automóvel.

Ponha as duas mãos no volante

Este é um erro muito comum entre condutores mais experientes. Recorde as primeiras aulas de condução e verá que uma das recomendações do instrutor foi ter sempre as duas mãos no volante. Lembra-se por quê? Na altura de reagir a qualquer imprevisto, o facto de lá ter as duas mãos fará com que o tempo de reação seja menor. Desta forma, poderá evitar problemas maiores do que um susto.

Verifique os espelhos antes de arrancar

Sabe aquela posição específica que lhe permite ver tudo o que precisa e que é tão difícil de conseguir? Nos casos em que há mais do que um condutor para o mesmo automóvel, é normal que os ajustes tenham de ser quase diários. Faça-os antes de começar a conduzir para evitar que vá mexer nos espelhos quando já está na estrada.

Mantenha a distância de segurança

É um dos cuidados mais visados nas aulas de condução e é fundamental para evitar os famosos choques em cadeia. Em cidades agitadas, durante a hora de ponta, costumamos esquecer-nos da regra, aproximando a frente do automóvel o mais possível do carro da frente. Em caso de travagem brusca, esta distância de segurança faz a diferença entre bater ou não.

Tenha cuidado no momento de ultrapassar

As ultrapassagens podem colocar os condutores em situações perigosas. Quando estas se tornam quase automáticas, o perigo é ainda maior. Antes de proceder à manobra, verifique se esta é permitida e, claro, se tem margem suficiente para a efetuar. Na dúvida, o melhor é manter-se onde está e esperar por outra oportunidade.

Respeite os limites de velocidade

Terminamos com a regra de ouro. Independentemente da via, garanta que está sempre dentro do limite de velocidade. Além de evitar multas, estará a salvaguardar a sua segurança, a segurança dos passageiros e a segurança dos outros.

Atualmente , Telpark está disponível em mais de  70 cidades de Portugal e Espanha. Deixe-nos uma mensagem ou visite a secção de perguntas frequentes no website do seu parquímetro pessoal.

Se ainda não descarregou a aplicação, não espere mais: para isso apenas tem de clicar.

Mais informações e vantagens em www.telpark.com/pt/