Provocam atrasos e desafiam os condutores mais pacientes. As situações de engarrafamento são comuns nas grandes cidades e é nas chamadas horas de ponta que mais se fazem sentir. Leia este blog post e evite alguns erros.

O preço das habitações e a qualidade de vida fazem com que uma grande parte dos habitantes escolha zonas periféricas para viver. Muitas das vezes, os horários de trabalho coincidem, fazendo com que todos se desloquem para o centro da cidade à mesma hora.

O fenómeno – classificado pelos especialistas da mobilidade como migração pendular – faz com que as principais vias da entupam, dando origem a engarrafamentos. Para os evitar, múltiplas iniciativas de carsharing e mobilidade multimodal  estão a ser levadas a cabo.

Se, neste preciso momento, está numa situação de engarrafamento, continue a ler e saiba como reagir nestas situações.

1. Evite estar sempre a mudar de faixa

Na esperança de saírem do engarrafamento, vários condutores começam a mudar de faixa de circulação sempre que têm oportunidade. Muitas das vezes, estas mudanças não os fazem chegar mais rápida, como geram maior engarrafamento. Nestas situações, o melhor será posicionar-se na faixa correspondente à da direção que quer tomar e esperar.

2. Não se aproxime demasiado do veículo da frente

A ocorrência de acidentes em engarrafamentos é comum. Para os evitar, deverá dar espaço suficiente ao veículo da frente, de forma a que este tenha espaço para efetuar as manobras necessárias tranquilamente.

3. Evite acelerações e travagens bruscas

Também no sentido de evitar acidentes e piorar o engarrafamento, procure moderar a velocidade e tenha cuidado no momento de arrancar. Acelerações e travagens bruscas devem ser evitadas.

4. Assinale todos os movimentos com as luzes

Ao verem a maioria dos automóveis parados, alguns condutores julgam não ser necessário assinalar manobras. Estas deverão, todavia, ser sempre assinaladas: se pretender mudar de faixa, utilize o sinal de mudança de direção.

5. Tenha atenção à embraiagem e ao ponto morto

Apesar de o carro parecer não se mover, os momentos de engarrafamento podem representar consumos de combustível elevados. Quando o automóvel estiver parado, mantenha-o em ponto morto, evitando pisar constantemente a embraiagem.

6. Mantenha a calma e previna estas situações

Por último, é recomendável que mantenha a calma e evite manobras bruscas. Atualmente, existem várias aplicações – como o Google Maps e o Waze. Equacione caminhos alternativos e, se ainda for a tempo, antes de sair de casa consulte quais são os acessos e saídas menos congestionados.

Atualmente, Telpark está disponível em mais de  80 cidades de Portugal e Espanha. Deixe-nos uma mensagem ou visite a secção de perguntas frequentes no website do seu parquímetro pessoal.

Se ainda não descarregou a aplicação, não espere mais: para isso apenas tem de clicar.

Mais informações e vantagens em www.telpark.com/pt/