Diante de tantas informações que são passadas de boca em boca, acaba por ser difícil de distinguir o que é ou não verdade. Neste blogpost ajudamos a desmistificar os 10 maiores mitos sobre automóveis.

10 mitos sobre automóveis

Hoje, os carros são mais que um simples meio de transporte ou um acessório de luxo. Converteram-se numa necessidade básica da sociedade e por isso é normal que surjam mitos e lendas urbanas sobre seu funcionamento, cuidado e manejo.

Muitas vezes estas informações não têm fundamento científico e baseiam-se apenas no senso comum, podendo ser prejudiciais para a vida útil do seu veículo.

Neste post ajudamos a desmitificar 10 lendas urbanas das quais de certeza ouviu falar.

1. A caixa manual de velocidades é mais eficiente do que a automática.

Pensou-se durante muito tempo que  esta afirmação seria verdadeira, uma vez que permitia ao condutor escolher a mudança em que conduz, e assim controlar  o consumo.

O que se veio a verificar é que com a evolução dos sistemas das caixas de velocidades automáticas, o motor adapta-se às necessidades da condução e trabalha com menos rotações, estabelecendo um consumo mais eficiente.

2. Usar combustível de marca branca prejudica o carro

Usar combustível de marca branca prejudica o carro

Utilizar o chamado combustível low-cost, não irá prejudicar o motor do seu carro.

Embora a gasolina e gasóleo de marca possa ter uma maior quantidade de aditivos de limpeza do motor, todos os fabricantes têm de cumprir com os requisitos de qualidade impostos pelas entidades reguladoras, independentemente do preço de mercado que praticam.

3. Um tiro no motor dá origem a uma explosão

De certo já deve ter reparado nas cenas dos filmes de ação, em que o herói se afasta de um carro em chamas após este ter sido atingido por uma bala.

Acontece que isto é apenas um mito alimentado pela indústria cinematográfica, e não se verifica na vida real. Esta lenda foi desmistificada na famosa série Mythbusters do Discovery Channel, onde se provou que na vida real não ocorre nem ignição, nem explosão.

Mesmo estando cheio, a bala apenas perfura o depósito sem provocar qualquer faísca, existindo apenas um derrame de combustível.

4. Fazer descidas em ponto morto poupa combustível

Para além de perigoso, este cenário não é verdadeiro. Fazer uma descida com o carro engatado não quer necessariamente dizer que está a gastar combustível.

Os carros mais recentes funcionam com um sistema de injeção eletrónica que deteta quando é necessário injetar combustível. Numa descida, o carro tem a capacidade de cortar o fluxo de combustível se este não for necessário.

5. Quando o motor não pega deve empurrar-se o carro

Quando o motor não pega deve empurrar-se o carro

Empurrar o carro é geralmente a solução a que recorremos para nos desembaraçarmos rapidamente de uma situação em que o motor não pega. Mas é importante reconhecer que se o motor não pega, é porque existe um problema que tem de ser detetado.

Em primeiro lugar deve verificar as condições mais básicas do veículo como a quantidade de gasolina no tanque e o estado externo da bateria, e dirigir-se a um mecânico assim que possível.  Quando esta situação ocorre, é geralmente sinal de que a bateria está descarregada ou estragada, ou que existe uma avaria no motor.

6. O motor é mais forte que os travões

Esta afirmação não podia ser mais falsa. Assumindo que ambos os elementos se encontram em perfeitas condições, até ao conduzir o carro mais veloz disponível no mercado à sua velocidade máxima, os travões são capazes de travar o carro.

Hoje em dia, a maior parte dos carros corta por completo o efeito do acelerador quando carrega a fundo na embraiagem e travão em simultâneo, impedindo a ameaça de um carro fugitivo.

7. Atestar o depósito pela manhã poupa dinheiro

Muita gente acredita que encher o depósito pela manhã ajuda a poupar dinheiro, uma vez que a temperatura  exterior é menor. A ideia por detrás deste mito, é que a gasolina, como todos os líquidos, expande quando aquecida, e ao ser introduzida pela manhã, quando a temperatura é mais baixa, permite que se coloque mais dentro do depósito.

O que acontece na realidade é que uma vez que o depósito se encontra na parte inferior do veículo, não sofre alterações de temperatura significativas para que este mito se torne verdadeiro.

8. O óleo tem de ser  mudado a cada 5000 kilómetros

Com a tecnologia moderna, os carros já têm a capacidade de percorrer até 30000 quilómetros sem ser necessária uma troca do lubrificante. Se o veículo tiver mais de 10 anos, o óleo deve ser trocado com maior frequência, entre os 7000 e os 15000 quilómetros.

No entanto, se o veículo circular em circunstâncias climatológicas extremas, o tempo de vida útil do lubrificante irá diminuir, pelo que terá que mudar o óleo com mais frequência.

O ideal será consultar o manual do automóvel para obter as indicações concretas para a mudança do óleo,  de acordo com o modelo do seu carro.

9. É perigoso utilizar o telemóvel num posto de abastecimento

Deve já ter reparado no sinal que proíbe o uso do telemóvel nas bombas de gasolina. Pensa-se que o sinal wireless emitido pelos telemóveis possa entrar em reação com os vapores da gasolina, altamente inflamáveis, e que resultem numa combustão.

Até à data, não houve nenhum estudo que viesse comprovar que houvesse relação entre estes dos elementos.

10. É necessário trocar o líquido anticongelante e o filtro do ar sempre que se muda o óleo.

Estes três componentes, apesar de relacionados, não têm o mesmo tempo de vida útil. Os fabricantes de automóveis sugerem que a troca do líquido anticongelante seja feita a cada 100 mil quilómetros, e o  filtro do ar a cada 25 mil.

No entanto, deve aproveitar cada troca de óleo para limpar o filtro de ar, uma vez que ajudará a reduzir a poluição gerada pelo seu automóvel.

Atualmente, Telpark está disponível em mais de  70 cidades de Portugal e Espanha. Deixe-nos uma mensagem ou visite a secção de perguntas frequentes no website do seu parquímetro pessoal.

Se ainda não descarregou a aplicação, não espere mais: para isso apenas tem de clicar.

Mais informações e vantagens em www.telpark.com/pt/