As temperaturas baixas exigem um maior esforço do motor, e uma falha na manutenção do líquido de refrigeração ou anticongelante poderá fazer com o veículo sofra.

O líquido de refrigeração, tal como o nome indica, tem como principal função refrigerar o motor. Serve ainda para evitar o congelamento do circuito no caso de o carro estar exposto a temperaturas extremas, e daí ser também conhecido como anticongelante.

No entanto, a utilização de um líquido de refrigeração não significa que o seu carro jamais irá sobreaquecer. Deve estar sempre atento ao manómetro da temperatura do motor, e se reparar que a temperatura sobe frequentemente acima dos 90º, deve dirigir-se a um mecânico com urgência.

Com uma manutenção adequada, este líquido irá zelar pelo bem-estar do motor, sendo por isso de extrema importância saber quando e como trocar o líquido de refrigeração. É recomendada a sua mudança a cada 2 anos ou 30.000 quilómetros.

Como mudar o líquido de refrigeração ou anticongelante?

1.Consulte o manual do veículo

O líquido de refrigeração é uma mistura de água com um produto à base de metanol ou glicol (comumente conhecido como anticongelante).

Poderá encontrar anticongelantes em diversas concentrações: 10%, 20%, 30%, 50% ou até puro. Este indicador, diz-nos qual a percentagem de metanol ou glicol existente. Por exemplo, um líquido de refrigeração 50%, contém 50% de metanol ou glicol e 50% de água desmineralizada.

No manual do veículo irá encontrar a recomendação do tipo de líquido de refrigeração mais indicado para o modelo de carro. No entanto, é também necessário ter em consideração as temperaturas da região onde vive.

  • Líquido de refrigeração 10%: eficiente até -5ºC.
  • Líquido de refrigeração 20%: para temperaturas até -11ºC.
  • Líquido de refrigeração 30%: para temperaturas de até -18ºC.
  • Líquido de refrigeração 50%: adequado até -37ºC.

2. Retire o líquido antigo

Com o motor frio, deve abrir o sistema de refrigeração abrindo a válvula de drenagem e deixar esvaziar completamente. Para isso, procure o parafuso, torneira ou rolha que dá acesso ao circuito.

Antes de o abrir, ponha um recipiente por baixo, para recolher o líquido e evitar que caia. Deve deixar eu saia todo o líquido, esperando até que já não estejam a sair mais gotas.

É de extrema importância que não despeje o líquido antigo no sistema de canalização da sua casa ou no lixo. Leve-o até um mecânico, que se encarregará de despejá-lo num centro de reciclagem.

3. Lave o circuito de refrigeração

Deite água no depósito até que deixe de ver sujidade a sair na água que sai do circuito. Quando terminar a limpeza, feche o circuito, voltando a fechar a torneira, rolha ou parafuso que abriu anteriormente.

4. Encha o depósito de anticongelante

Siga as instruções de utilização do líquido de refrigeração para fazer a mistura entre o líquido e água destilada. Alguns líquidos já vêm misturados com água, pelo que é importante ler o panfleto antes de o utilizar.

Depois, com a ajuda de um funil, encha o depósito com a mistura, tendo em atenção as marcações de mínimo e máximo.

Feche o depósito e está pronto para circular em segurança!

Atualmente, Telpark está disponível em mais de  80 cidades de Portugal e Espanha. Deixe-nos uma mensagem ou visite a secção de perguntas frequentes no website do seu parquímetro pessoal.

Se ainda não descarregou a aplicação, não espere mais: para isso apenas tem de clicar.

Mais informações e vantagens em www.telpark.com/pt/